Logo
Será que a remanufatura de cartuchos vai dominar o mundo um dia?
26 abr 2019

Será que a remanufatura de cartuchos vai dominar o mundo um dia?

Post by Wilma Santiago

Mais fácil seria se a resposta fosse tão simples quanto a pergunta. A remanufatura de cartuchos tem quase tudo para este domínio, porém o caminho é ainda muito árduo. Vamos pensar somente nas peças: temos excelentes fabricantes de suprimentos, como pó de toner, cilindros, tintas, peças internas, chips e etc. Ponto para a remanufatura. A tecnologia de impressão inkjet e de laser já está amplamente disseminada, bem como a tecnologia do recondicionamento de cartuchos. Mais um ponto. Os procedimentos de remanufatura, se seguidos à risca, produzem cartuchos excelentes. Três a zero! Todos os fabricantes de suprimentos disponibilizam seus produtos através de distribuidores locais ou mesmo nas próprias fábricas, ou seja, não é segredo para ninguém a fonte destes produtos de qualidade. Ganhando de lavada…

Mais um gol a favor da remanufatura: os conceitos de qualidade no recondicionamento e nos produtos finais também está disponível para quem quiser.

Bom, até aqui temos uma goleada. Porém, como nem tudo são flores (ou pó de toner), alguns contras pelos quais esta balança não pende para o lado que queremos. Vamos lá.

Primeiro gol contra: embora a tecnologia esteja disponível, as pessoas não têm paciência para aprendê-las, ou não sabem pesquisar. O segundo gol contra vem do fato de que as pessoas buscam somente preços, e com isso renegam os produtos de alta qualidade. O terceiro gol contra é porque as pessoas (sempre elas) renegam as associações de classe e veem os produtos compatíveis entrando no mercado nacional, com carga tributária menor que a remanufatura em si, esta que emprega no mercado local e deixa seu lucro e impostos no país.

O quarto gol contra vem de o fato de que as pessoas, embora tenham ciência, absolutamente ignoram os parâmetros de qualidade de impressão, ou do resultado final, olhando apenas se o toner imprimiu “pretinho”, e não levam em consideração os desgastes prematuros das peças de impressoras e afins.

Para empatar o jogo, as pessoas não têm paciência para aprender e buscar o conhecimento sobre os cartuchos coloridos (que, estes sim, dominarão o mundo), e os remanufaturam como fazem nos monocromáticos, simplesmente ignorando suas particularidades.

Vejam que o fiel da balança é um só: pessoas. O dia em que os profissionais envolvidos na remanufatura de cartuchos tomarem ciência de que a remanufatura não é ciência de foguetes, mas que requer conhecimento prévio, estudo, dedicação ao processo, controle de qualidade na produção e nos testes, a remanufatura dominará o ambiente de impressão, suprimindo o uso de compatíveis chineses de baixo custo, e brigando de igual para igual com os OEMS.

Remanufaturar os pequenos cartuchos de tinta, atualmente, parece ser um negócio pouco lucrativo e de alto risco, embora tenhamos à disposição tintas de altíssima qualidade. A explicação? Os cartuchos compatíveis de tinta são realmente baratos, além de a maioria dos cartuchos serem de muito baixo volume (1,5ml???). Bom, mas isso fica para um próximo artigo.

 

Você já conhece a PortPress? Somos uma das maiores importadoras de cartuchos compatíveis de toner laser e tinta do Brasil e a única com produtos com selo do Inmetro. Se você procura distribuidores de cartuchos laser com qualidade e melhores preços, acesse o site da PortPress e conheça toda a linha de produtos: https://loja.portpress.com.br
Tags: , ,

1 comentário

Leave a Comment